TEXTOS E POEMAS: Certa Noite, quase escura

00:36


Oi Gentee!!

Bom, eu vou continuar postando os poemas que eu expliquei nesse post, Espero que gostem!



Vinha pela estrada andando
Quando tive a sensação
De que alguém estava me olhando

Olhei ao redor, não vi ninguém
Olhei para as matas e nada também
Olhei para cima, e meu coração
Mais forte, começou a palpitar

De emoção, comecei a chorar
Pois, naquelas estrelas cintilantes
Senti como se "Deus"
Estivesse para mim a olhar.

Perguntei então, em voz alta falando
Sentindo também que "Ele" estava me escutando
-Em qual destas estrelas, meu "Deus"
Tu estas para mim olhando?

Antes que tu respondas "Pai Querido"
Eu vou responder, com a tua permissão:
-Com certeza, em todas as estrelas do infinito
Tu estás a olhar para mim
Pois tu sois "o Criador" desta imensidão
De estrelas que não tem fim

Obrigado "Meu Pai" por eu acreditar assim
Pois contigo, Jamais estarei sozinho
Neste mundo.
E pelas estradas da vida que Jamais saberei o fim.

Contemplando o céu a noite
Numa estrada em "Guaianazes"

L. R. Edigmar (Limoeiro Ramon)


Espero que tenham gostado do poema de hoje !


Até a próxima :)

Postagens relacionadas

2 comentários